Por: Ierê Ferreira

E no caminho destes dois personagens estão os estados de Minas e o Rio de Janeiro e o elo mais forte desta corrente sem duvida nenhuma é o samba!

Toninho Geraes, mineiro de Belo Horizonte, veio para o Rio de Janeiro ainda jovem. No Rio conheceu o compositor da escola de samba Império Serrano, (Beto Sem Braço), que o levou para participar dos “pagodes da tamarineira”, como era chamada a roda de samba que alguns frequentadores do futebol faziam no bloco carnavalesco Cacique de Ramos no subúrbio de Olaria. Frequentador assíduo esta roda de samba, que virou referencia nacional, conheceu Zeca Pagodinho, Almir Gunéto, Jorge Aragão, Bira Presidente, Jovelina Pérola Negra, Arlindo Cruz e outros que também participaram do inicio do “pagode” no Rio de Janeiro e tornaram a historia do Cacique de Ramos ainda mais rica.

Toninho Geraes já conhece o sucesso através de suas composições nas vozes de grandes nomes do mundo do samba. São mais de 200 musicas gravadas, incluindo o clássico “Mulheres”, famosa na voz de Martinho da Vila, e grandes canções interpretadas por Zeca Pagodinho. Além dessas, outros sucessos como: “Uma Prova de Amor” (vencedora do Prêmio da Música Brasileira 2009 na categoria Melhor Canção), “ Seu Balance” e “Pago Pra Ver” e ainda mais recente em “Sem Você Não dá”, musica de trabalho do DVD de Diogo Nogueira. Dentre tantas composições, esse mineiro sempre mostrou a que veio, fazendo suas letras ecoarem em uníssono na ponta da língua do povo do samba.

Toninho Geraes traz em seu mais novo CD, “Preceito” com composições inéditas e regravações. É dele, também, a linda “Tudo que Sou”, parceria com o xará Toninho Nascimento e gravada péla jovem Aline Calixto.


Este slideshow necessita de JavaScript.


Jovem linda e talentosa, Aline Calixto é uma das grandes promessas da nova geração de sambistas. Comprometida com o samba na sua essência, é comum encontrá-la na companhia dos protagonistas da historia do samba como Monarco, Nelson Sargento, Wilson Moreira, Martinho da Vila, e de novos talentos como Mart’nália Diogo Nogueira, Leandro Sapucahy entre ouros.

A jovem vem se destacando no cenário do samba, chamado atenção do público e de críticos importantes. Após uma bem-sucedida trajetória no cenário independente, a artista lança seu álbum de estréia, “Aline Calixto”, pela gravadora Warner Music. Sua maneira “amineirada” e carismática de cantar vem encantando pessoas de todas as idades. Por onde passa, sacolejando belos figurinos e espalhando o feitiço da sua voz, ganha mais e mais fãs.

Carioca de nascimento, porém criada em Minas Gerais, Aline venceu diversos prêmios, entre eles o concurso “Novos Bambas do Velho Samba” edição 2008, realizado pela tradicional casa Carioca da Gema.

Alina Calixto e Toninho Gerais também são elos da nossa corrente.

Também são Samba Identidade Nossa!

Anúncios