Onde o samba foi morar!

Por: Ierê Ferreira

Com mais de 50 anos de história, o clube Renascença é uma das maiores referências em cultura negra no nosso estado. Fundado no bairro do Andaraí, quando para os negros a vida não era simples de viver, o clube Renascença era o único que permitia a entrada de negros, na verdade o clube foi fundado para acolher os negros e seus anseios culturais e esportivos. O clube ficou muito conhecido por promover concursos de beleza negra além de grandes bailes.

No começo da década de 80 os fervores no Renascença, eram as equipes de som com seus bailes de SOUL. Os negros orgulhavam-se de seus cabelos black, calças boca de sino e sapatos de dois andares, o momento era propício para o negro construir sua própria identidade visual e ai Candeia profetizou, (Os blacks de hoje serão os sambistas de amanhã).

Mais o Rena, como carinhosamente nos o chamamos, sempre teve espaço para o samba e hoje o samba retribui promovendo tardes e noites de encontros que conquistaram o coração de todos aqueles que adoram uma reunião de cavaco, surdo, pandeiro, e violão. É comum encontrarmos lá a nata do samba, pois é lá aonde o samba foi morar!

Serviço: Aos sábado das 16 às 22h. Encontro de Bambas com: Renato Milagres e banda Esquadrilha. Promovido pelo trio Méco, Carlinhos Doutor e Araquém.

No último domingo de cada mês das 14 às 21h. Samba Novo Promovido pelo músico, cantor e grande compositor, Cláudio Jorge.

Todas as segundas-feiras das 14 às 21h: Samba do Trabalhador promovido pelo músico, cantor e grande compositor Moacir Luz. Rua Barão de São Francisco, 54 – Andaraí.

Tel.: (021) 25722322


Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Ierê Ferreira

Anúncios